Trucadas na vida


Aposto que todo mundo aqui sabe jogar truco. Se não sabem, aprendam, não pelo amor ao jogo, mas pela REPRESENTAÇÃO SOCIOLÓGICA do truco.

O truco, como boa parte das coisas que usamos de passatempo, acaba sendo uma representação do nosso caráter e das nossas situações cotidianas. Enfim, aquele monte de clichês de sempre.

Então, resumo essa porcaria de postagem (sim, estou sem paciência e ranzinza) falando o básico. Na vida a gente pode trucar blefando ou não, mas saiba que a pessoa que está do outro lado pode correr, aceitar ou pedir seis. E isso depende mais da veemência com que você truca do que propriamente das cartas que você tem na mão.

Só que no truco, assim como na vida, se você for veemente demais as pessoas vão pagar pra ver sua trucada. Quanto mais veemente, mais clara a impressão de desespero e de blefe. Maior a reação no mesmo tom, a chance de um grito de seis na sua orelha. E sempre há, independentemente do tom da trucada, a chance de seu adversário ter boas cartas, o que por si só já destrói sua estratégia.

Trucar é uma arte, assim como viver é uma arte. Mais importante do que fazer é saber fazer. Porque, na vida, assim como no truco, é muito mais recomendado não trucar, se você não sabe fazer da maneira certa.

 

Anúncios
Esse post foi publicado em Pitacos. Bookmark o link permanente.

2 respostas para Trucadas na vida

  1. Pingback: Textos e Estatísticas de 2011 | Blog do Léo Rossatto

  2. Carol® disse:

    Cara, precisamos dizer que o Dú e eu adoramos????

Dê a sua opinião

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s