Como ser um cidadão otário e alienado em 5 passos – por Bruno Casalotti


Comentário do editor: texto brilhante e didático do Bruno Casalotti sobre o como as pessoas estão se tornando alienadas em nossa sociedade. Segue o texto:

Como ser um cidadão otário e alienado em 5 passos

Por Bruno Casalotti

1- A CULPA NÃO É SUA: se o mundo está cheio de injustiças, de pessoas passando fome enquanto outras andam de helicóptero, você não tem nada a ver com isso. Graças ao bom Deus você nasceu em uma família com condições de lhe dar uma vida digna e boa educação. Apenas lamente que os miseráveis não tiveram as mesmas oportunidades que você. Os ricos só são ricos porque eles trabalharam muito pra ter aquele montante de dinheiro: pessoas como Eike Batista, Steve Jobs e Bill Gates são grandes gênios que souberam aproveitar as oportunidades e as portas que lhes foram abertas. Os pobres, mendigos e marginalizados em geral são pobres porque querem ou porque não tiveram educação suficiente.

2- O ESTADO É NEUTRO: a polícia está aí só para te proteger. A justiça, apesar de ser um pouquinho lenta, ainda é cega dentro dos limites do aceitável. Se os serviços públicos (como saúde e educação) são de qualidade duvidosa, isso é culpa dos governantes [ver o passo nº3]… Por isso opte sempre pelos serviços básicos privados.

3- A CULPA É DO GOVERNO: o governo está abarrotado de salafrários corruptos. É tudo culpa deles! Nada é culpa sua [releia o passo nº 1]. Se você votou nas últimas eleições, é porque você foi obrigado a isso. Se alguém te questionar em quem você votou, e como seu deputado está se comportando, diga que você votou nulo porque você não acredita no governo. Lembre-se sempre: nada é culpa sua. Você faz a sua vida e dá as costas pro governo, porque, afinal de contas, você é melhor que todos eles juntos. Eles só servem para roubar os seus impostos. Nesse ponto você deve ficar bravinho, mas sem fazer nada. No máximo soltar uma frase de efeito.

4- IGNORE A HISTÓRIA: direitos sociais, políticos e civis? O que é tudo isso? Faça-se de desentendido. Acredite: os direitos do cidadão NÃO foram conquistados com muita luta, muito protesto, muita gente na rua e muito sangue derramado. Eles já estavam aí quando você nasceu, logo, ELES CAÍRAM DO CÉU. Acredite: nós já temos direitos demais. Apesar de tudo ser culpa do governo [releia o passo nº3], trate com sarcasmo e ódio as pessoas que saem às ruas para protestar: eles são apenas vagabundos e/ou filhinhos de papai com saudosismo da ditadura, e que estão aí fechando o trânsito.

5- EU SÓ QUERO É SER FELIZ: andar tranquilamente pela Paulista, olhando as vitrines, consumindo, comendo no Starbucks, passeando pelo shopping. Viva para trabalhar, trabalhe para consumir e lembre-se: o consumo é a única razão de você estar aqui. Os insumos da cesta básica estão caros demais? Fazer o que né. É a vida. As taxas cobradas pelo banco estão muito altas? Deve haver alguma explicação. É a vida. Os impostos estão cada vez mais altos? Releia o passo nº3. E se o dinheiro não está dando, procure um outro emprego. NEM PENSE em reivindicar melhores salários. Se a culpa nunca é sua, ela também não é do seu patrão. O seu patrão é apenas um investidor honesto… Ele já tem muito o que pagar com seus funcionários, com a estrutura da empresa e com os impostos. Um aumento no seu salário só iria lhe prejudicar. E não se esqueça: sindicato é coisa de bandido. A luta sindical e coletiva é desnecessária hoje em dia [releia o passo nº4].

E se, além de seguir religiosamente todos esses passos, você sentir um ódio visceral e infantil contra quem não concordar com eles, PARABÉNS!!!! Você estará avançando um nível: deixando de ser um cidadão otário e alienado pra se tornar um FASCISTA.

Anúncios
Esse post foi publicado em Amigos e marcado . Guardar link permanente.

4 respostas para Como ser um cidadão otário e alienado em 5 passos – por Bruno Casalotti

  1. Natalia Fingermann disse:

    Muito atual!!! Adorei! Parabéns!!!!

  2. Nome disse:

    cara isso ta muito bom : D, continua assim

  3. Marina Nunes Ribeiro Corso disse:

    MA-RA-VI-LHO-SO!!!!

  4. Pingback: Sobre sacolas plásticas e empresários hipócritas | Textos – por Leonardo Rossatto

Dê a sua opinião

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s