Uma conversa com Deus


Deus, saiba que enquanto pessoa eu sempre me considerei uma contradição.

Sabe, eu sempre me considerei todo errado, conciliando várias coisas em minha vida aparentemente inconciliáveis. E, por outro lado, guardando certas mágoas do mundo, da vida, e de algumas pessoas. Guardava mesmo, e ainda guardo. Sou fraco, preciso mudar

A mágoa é a coisa mais errada do mundo. Porque lembrar de algo com dor revela um espírito fraco e influenciável. revela a sua necessidade de aceitação perante os outros e revela a necessidade que você tem que as pessoas concordem contigo. Revela uma vida centrada em si mesmo. Eu não quero mais isso, Deus. Não quero mais ver atitudes de outras pessoas dominando minha mente e me deixando triste.

Deus, eu também acho que não há problema nenhum em ser uma pessoa contraditória. Porque somos um pacote de tudo aquilo que cremos, gostamos e vivemos, das experiências e das pessoas que nos cercam. Ser contraditório revela duas coisas sobre você:

1) Você está sempre mudando. Suas opiniões e ideias sempre mudam, e isso é sinal que você está aprendendo.

2) O conceito de contradição revela a necessidade da sociedade de fixar estereótipos. E ser contraditório, em boa parte das vezes, revela algo sensacional: que você não se prende a estereótipos.

Portanto, se eu fosse um sábio da montanha ou um escritor da Bíblia eu diria “não se magoe e não se preocupe em parecer contraditório. Apenas mostre sinceridade em seu caráter”. Mas o Senhor sabe que eu não sou assim.

E mesmo sabendo que o correto é não ter preocupações, continuo guardando algumas mágoas, continuo me preocupando em ser aceito, continuo me preocupando menos do que eu deveria com os outros. Gostaria sinceramente de me retratar por isso, Senhor. Muitas vezes minhas preocupações pessoais, tão pequenas e limitadas, me tornam incapaz de ver o que o Senhor é capaz de fazer.

E daí entra mais uma contradição estúpida. Deus, eu geralmente falo que amo os outros, e eu realmente me esforço para isso. Mas vou ser honesto: muitas vezes não consigo. Muitas vezes penso em meus problemas limitados, e vou ser sincero: não vejo forma de sair deles. Não consigo me esforçar em ser uma pessoa melhor, não consigo fazer diferença na vida dos outros, não consigo perdoar os outros como deveria, não consigo nem mesmo mudar de atitude quando peço desculpas à alguém. Quando olho para mim, apenas para mim, eu me considero um fracasso, Senhor.

Então, por favor, faça a Sua vontade. Eu sinceramente tenho resistência a isso, mas faça a Sua vontade. Transforma os aspectos do meu caráter que não Lhe agradam, e me dê vontade de entender mais como funciona essa dinâmica de vida em que eu acabo não controlando nada. Deus, você sabe que eu sempre tive uma necessidade quase doente de entender as coisas, e que isso me afasta um pouco do Senhor, porque não consigo entender a maioria das coisas. Não consigo entender a lógica de muitas delas.

Afasta a arrogância do meu coração. Afasta qualquer sentimento de achar que eu sou bom em alguma coisa e sei mais do que os outros, Senhor. Eu não sou nada, não mereço nada por mim mesmo e gostaria muito de continuar humilde ao conseguir cumprir cada passo da minha vida, tendo certeza de que nada é por mérito meu. Reveste-me de um coração humilde. Da mesma forma de que de Jesus. Reveste-me de honestidade. Eu quero falar sempre aquilo que eu quero, mas com a consciência de que aquilo que o Senhor quer é melhor.

Perdoa meus pecados. Eu peco muito. Não consigo me livrar de muitos dos pecados de cometo. Abençoa todas as pessoas que me cercam. Porque, cada uma do seu jeito, todas merecem ser felizes.

E, finalmente, enche de amor os nossos corações. Não só o meu, não os corações de todos nós. Não nos deixe ser apegados às coisas pequenas da vida, mas ajuda-nos a amar mais uns aos outros, a amar mais ao Senhor, e a transformar esse amor em atitudes. Tira de nós todo sentimento de vergonha e tudo o que nos emperra a fazer isso. Cura cada um de nossos traumas, Deus.

E também nos dê uma ótima noite de sono.

Tudo isso eu peço em nome de Jesus Cristo, nosso maior exemplo de vida e de fé, que o Senhor mandou pessoalmente para nos salvar dessa situação catastrófica em que vivemos.

Amém.

Anúncios
Esse post foi publicado em e marcado . Guardar link permanente.

3 respostas para Uma conversa com Deus

  1. Adriano Barros disse:

    Que belo texto. Cara, eu me sinto exatamente assim, mas com um agravante: eu, para não me magoar, deixo muitas vezes de me relacionar com as pessoas, por isso eu me isolo. Apesar de não ser muito religioso eu comecei a ler a Bíblia e encontrei uma resposta para este problema: o perdão, quem tem a capacidade de perdoar não se preocupa com mágoas, mas eu confesso que não estou conseguindo. Estou virando um fã do seu blog e do seus textos. Sei que é meio pessoal, mas qual é a sua religião? Se não quiser não precisa responder. Abraços!

    • Léo Rossatto disse:

      Cara, é complicado, eu queria perdoar muito mais do que eu perdoo e queria fazer muito mais coisas boas do que eu faço. Na própria Bíblia Paulo fala que “o bem que eu quero fazer eu não consigo, mas o mal que eu não quero fazer eu faço”. Eu me sinto assim boa parte das vezes.

      Minha família é cristã protestante (ou evangélica), eu e minha noiva também somos. Só que é complicado convencer as pessoas de que você foge do estereótipo tradicional de cristão que a sociedade enxerga, muitas vezes direcionado por atitudes tacanhas de líderes da igreja por aí, que acabam dificultando ainda mais a pratica diária sem preconceitos dos valores cristãos como o amor e o perdão.

      Mas o texto é uma oração, uma súplica, um reconhecimento da minha incapacidade. É como eu me senti quando escrevi, e é como eu me sinto hoje.

      Um abraço!

      • Adriano Barros disse:

        Eu sigo você no twitter e leio seus textos e por isso eu perguntei sobre a sua religião. Eu era católico praticante por herança. Deixei de seguir qualquer religião por me tornar meio cético principalmente com relação à postura das Igrejas, pois continuei tendo fé em Deus. Mas de uns meses pra cá eu venho me reaproximando mais ainda da fé. Foi quando comecei a ler a Bíblia (evangelhos) e encontrei respostas para questões que me afligiam. Porém não consigo encontrar uma igreja porque a maioria da igrejas protestantes (não me vejo mais católico) seguem esse paradigma de cristão “alienado”. Eu, por exemplo, tenho uma orientação política mais de esquerda ou centro esquerda, o que é difícil de ser aceito para alguns cristãos.
        É muito bacana a sua postura. Eu tenho amigos evangélicos, mas eles se afastam de determinados assuntos como os que você trata no seu blog.
        Tenho certeza que Deus me mostrará um bom caminho.
        Abraço.

Dê a sua opinião

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s