Orkutização


Um termo tem ganhado espaço nas redes sociais atualmente de forma pejorativa: orkutização.

Para explicar, precisamos dar uma breve repassada na história das redes sociais no Brasil.

Em 2004, o Orkut surgiu e se popularizou com velocidade impressionante como rede social, especialmente no Brasil. Enquanto redes como Facebook e Hi5 se popularizavam nos EUA, o orkut tornou-se uma rede preferencialmente brasileira, ainda que essa não fosse exatamente a intenção do seu criador, esse turco metrossexual da foto abaixo:

As redes sociais são um reflexo de nossa sociedade. Com a ascensão social e a forte inclusão digital proporcionada nos últimos dez anos, cada vez mais gente começou a acessar a Internet. Com o orkut não foi diferente. E a inclusão digital trouxe para redes como o orkut gente nova, que não tinha o mesmo manejo com a Internet que o pessoal mais abastado, acostumado há anos com a Internet.

Com isso, o orkut, como rede social, passou de fato a refletir a segregação histórica de nossa sociedade. Enquanto muitos davam seus primeiros passos na rede social, outros, já veteranos, reclamavam das atitudes “pouco usuais” desses novos usuários, como colocar fotos indiscretas na rede ou espalhar correntes de Internet, coisa que a maioria desse pessoal que se julgava veterano e esclarecido fazia por e-mail alguns anos atrás.

Mais do que isso: esses “incomodados” passaram a procurar outros ambientes para continuarem acessando a Internet “na vanguarda”, de forma exclusiva e diferenciada. E nisso, entre 2008 e 2009, o Twitter e o Facebook, dentre outras redes sociais, tiveram papel preponderante. Serviram como válvula de escape para os usuários que tinham preconceito à inclusão digital. Percebam: esse é só um reflexo do momento atual de nossa sociedade, em que as pessoas da “classe média tradicional” tem preconceito da “nova classe média”, fruto da ascensão social dos últimos anos.

Com essa migração em massa, que se deu à partir de 2008, o Orkut passou a ser visto de forma pejorativa, como habitat dessa “nova classe média” que, ONDE JÁ SE VIU, não sabe usar a Internet. “Estragam” a rede social.

Só que uma das características mais fascinantes das redes sociais é a capacidade de viralização das coisas. Tudo se espalha cada vez mais rápido, e as tentativas de “exclusividade” são cada vez mais frustradas. E, além disso, esse pessoal que tem preconceito acaba compartilhando exatamente as mesmas coisas no Facebook do que aqueles de quem “se quer distância” no Orkut.

E com isso, chegamos à horda de pessoas reclamando de “Orkutização do Facebook” ou “Orkutização do Twitter” cada vez que vê um problema em sua rede social preferida.

A orkutização tornou-se uma definição pejorativa de popularização. É uma tentativa desesperada de afirmação de superioridade. Reclamar de orkutização, basicamente, é falar que “eu sou superior, não faço essas coisas que a maioria faz”. É uma tentativa de segregar, dentro do próprio ambiente da Internet. De não enxergar e interagir com a realidade de nosso país. De fugir dos problemas. De continuar vivendo em um mundo fechado e encantado que não enxerga os problemas dos outros.

Estamos em uma sociedade só, vivendo uma realidade só, e precisamos superar essa tendência em segregar tudo o que não é do nosso grupo social. Porque a queda de nível em discussões nas redes sociais é sempre causado por quem discute. E pela nossa indisposição crônica em aceitar as opiniões e ideias dos outros.

Falarmos em orkutização para reclamar que o nível das discussões está caindo é não admitir que, um última instância, essa queda de nível é culpa de nossa arrogância e das pessoas com quem escolhemos conviver. Porque, no fim das contas, tudo chega pelos nossos contatos, seja no Orkut, no Twitter ou no Facebook.

Então, vamos largar se ser hipócritas. Enquanto popularização, eu apóio a “orkutização do Twitter”, a “orkutização do Facebook” e a orkutização da vida também. Porque é bem mais nobre aprender a conviver com nossas diferenças do que menosprezá-las.

Anúncios
Esse post foi publicado em Pitacos e marcado , . Guardar link permanente.

9 respostas para Orkutização

  1. Rafael Ferraz disse:

    Isso também se aplica a usuários reacionários em caixa de comentários de grandes portais?

  2. Pingback: Por que o Facebook vai morrer? | Aleatório, Eventual & Livre

  3. JULIANA disse:

    Daquilo que tenho visto, quem anda trucidando a língua portuguesa, fazendo perguntas tolas que demonstram escasso nível de escolaridade e postando asneira sem nexo no Facebook; não são somente os novos classes médias ( os tais membros das classes C e D).
    Conheço muuuita gente que comete as mesmas gafes que costumamos atribuir ao povão e que caracterizam, por assim dizer, o processo de “orkutização”. Gente mais ou menos bem-nascida, que saiu dos mais bem requisitados colégios particulares, frequentou boas Universidades – não se sabe como – e fala até 2 idiomas ( exceto o velho e bom português, CLARO!!!!).
    Isso sim é preocupante!
    Mais do que a “orkutizaçao” em si, o que me deixa estarrecida e boquiaberta, é ver de onde ela vem partindo.

    • Léo Rossatto disse:

      Muito bem constatado da sua parte isso. As pessoas que reclamam disso geralmente pertencem ao mesmo grupo social daquelas que fazem. E colocam a culpa em terceiros, que geralmente nada tem a ver com a história.

  4. Pingback: Anselmosilva66's Blog

  5. Jaime disse:

    Acho válido apontar, ainda, que o Orkut é muito mais rede SOCIAL do que qualquer outra. No Facebook só se interage com amigos e conhecidos, no Orkut com as comunidades era possível interagir com gente de todo canto, conhecer muitas pessoas com diversos interesses comuns.

    Quem reclama da “orkutização” em geral é quem usava o Orkut só pra bobagem (fotos, recados, fofocas, etc), quem usava o Orkut no que tinha (tem) de melhor, as comunidades, sente falta da riqueza de discussões e interações que o Facebook não proporciona.

  6. Cauê B disse:

    O vk.com ainda está ~~habitável~~ mas se um bando de ORKUTEIROS colarem lá, também terei que sair. Risos (?). O mais engraçado dessa reclamação, a da orkutização, é que nas redes sociais tu tem o PODER de segregar os teus contatos. Com isso, o que tu tem acesso na tela é culpa exclusivamente tua. Então acho que essa reclamação é falha e a culpa é da própria pessoa por ter um NETWORKING tão povão emergente que está descobrindo as piadas do 9gag hoje.

Dê a sua opinião

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s