E se o sistema eleitoral brasileiro fosse como o americano?


O João Paulo Barreto teve uma ideia interessante: analisar como seriam as eleições de 2010 no Brasil se usássemos o modelo americano, com votos estaduais dados por delegados. Para isso, ele usou

É bom ressaltar que o número de deputados Federais no Brasil não é exatamente igual ao modelo de delegados americano, então foram necessárias algumas adaptações, feitas por ele. Um exemplo: o número de delegados é definido, nos EUA, pela quantidade de deputados (435) mais quantidade de Senadores (100), além dos três delegados de Washington D.C.

No Brasil ainda há uma cláusula importante: a Constituição Federal proíbe os Estados da Federação de terem menos que oito deputados e mais de setenta deputados. Para calcular o resultado da eleição, também foi necessário recalcular isso.

Dadas essas considerações, vamos observar o excelente trabalho do João Paulo, aplicado às eleições de 2010:

E se o sistema eleitoral Brasileiro fosse como o Americano? Quem venceria? Dilma ou Serra? (por João Paulo Barreto)

Mapa eleitoral brasileiro – 2010

Para testar o modelo americano no Brasil, usei o número de cadeiras na Câmara Federal, que cada estado tem direito, que é distribuído conforme o número de habitantes por estado, de acordo com a medição oficial feita pelo IBGE, através do Censo. Entretanto, essa proporcionalidade é limitada a um mínimo de oito (8) deputados e a um máximo de setenta (70) deputados por estado. Foram feitas adaptações em relação ao número mínimo e máximo de delegados por estado (nos EUA não existe essa limitação) e também a inclusão dos votos de delegados correspondentes aos 81 senadores brasileiros, totalizando 595 votos.

Resultado

Dilma Rousseff também ganharia a eleição no sistema eleitoral Americano: 329 delegados contra 266 de José Serra. Total de 595 delegados (números de deputados federais mais um + senadores no Congresso).

Diferença de 64 delegados.

Dilma venceu em 15 estados mais Brasília (DF). Serra venceu em 11 estados, entre eles o maior colégio eleitoral (São Paulo), no Sul e no Centro-Oeste, mas perdeu nos estados de Minas Gerais e Rio de Janeiro, segundo e terceiro colégios eleitorais do país, e na maior parte dos Estados da região Norte e Nordeste.

A questão principal aqui é a seguinte: em eleições com diferença expressiva de votos, como a de 2010, um sistema eleitoral como o americano não faria tanta diferença. No entanto, é provável que alguns resultados mudassem em eleições mais equilibradas. E a única eleição relativamente equilibrada após a redemocratização é a de 1989, entre Collor e Lula. E é dificílimo achar os dados de votação por estado nessa eleição. Se alguém os tiver, será um prazer refazer o cenário de 1989 no modelo eleitoral americano.

 

Anúncios
Esse post foi publicado em Amigos. Bookmark o link permanente.

4 respostas para E se o sistema eleitoral brasileiro fosse como o americano?

  1. Bem, parando de vez de atormentar, tá aqui um link do resultado do 2º turno de 89 por estados: http://goo.gl/IpC6o

    • Léo Rossatto disse:

      Que é isso, esses links vão ajudar muito. Muito obrigado (e bacana ver como a eleição era mais “localizada”, com Lula ganhando em poucos estados.

  2. Tenho um livro de História (didático no qual cursei o 1º ano em 1995) onde consta o resultado estado por estado de 1989 (1º e 2º turnos). Como é muito difícil de encontrar no momento, ao menos tenho esse link que ñ está tão completo >> http://goo.gl/aah4e

  3. Em 1989, apesar da eleição ter sido relativamente equilibrada, na distribuição entre :UF’s Lula venceu apenas em Pernambuco (apoio de Miguel Arraes, avô de Eduardo Campos), Distrito Federal, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul, os dois últimos ainda com forte influência de Brizola, nestes estados a diferença foi acachapante, por isso houve um relativo equilíbrio no resultado final. Collor foi eleito com 53% dos votos válidos (FHC em 98 também, mas contra vários candidatos).

Dê a sua opinião

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s