ESPN 30 for 30


Alguém já assistiu os documentários dessa série?

A série, feita pela ESPN americana, com diversos diretores e temas, tenta revisitar toda a história do esporte, narrando eventos específicos e o que está pro trás desses eventos. Muitos filmes fizeram sucesso nos EUA e as produções invariavelmente são de muita qualidade.

Once Brothers, sobre a amizade entre os iugoslavos Divac (Lakers) e Petrovic (Portland Trail Blazers/New Jersey Nets) até o começo da década de 90, e sobre como a separação da Iugoslávia também separou os dois, é emocionante até para quem não gosta de esportes.

The Two Escobars, sobre Andrés Escobar e Pablo Escobar, na Colômbia, é um trabalho jornalístico sensacional, relacionando as histórias de dois sujeitos que acabaram sendo protagonistas, de formas diferentes e trágicas, da história da Colômbia no início da década de 90.

The Announcement, sobre o anúncio de Magic Johnson de que tinha HIV positivo, mostra os detalhes que como o HIV era envolto em preconceito no início da década de 90. E Jordan Rides the Bus, sobre a história de Michael Jordan com o baseball, mostra uma face que poucos conheciam sobre Michael Jordan, que trocou o basquete por uma liga menor de baseball.

A maioria trata de histórias americanas, como Unguarded, que narra a dependência de Chris Herren (ex-Celtics) em relação às drogas, mesmo enquanto jogava na NBA. Kings Ramson, sobre transferência da lenda do hóquei Wayne Gretzky do Edmonton Oilers pro Los Angeles Kings, e The Band that Wouldn’t Die, sobre a banda do Baltimore Clts que resolveu ficar em Baltimore depois que o time da NFL foi pra Indianapolis, também são exemplos. O filme do desempenho absurdo de Reggie Miller contra os Knicks (Winning Time: Reggie Miller vs. The New York Knicks) e o filme sobre a virada do Red Sox sobre os Yankees em 2004 (Four Days In October) são muito bons também.

Existem também histórias que transcendem o esporte, como a narrativa do assassinato de Tupac Shakur após uma luta de seu amigo Mike Tyson em Las Vegas (One Night in Vegas). Ou Goose, sobre Reese Tatum, que jogou baseball em uma liga para negros e depois atuou no Harlem Globetrooters.

Existem filmes que preciso assistir ainda. Como June, 17, 1994, dia em que houve a abertura da Copa do Mundo nos EUA, a perseguição policial a O. J. Simpson, o jogo 5 da final da NBA entre New York Knicks e Houston Rockets, a despedida do golfista Arnold Palmer do U.S. Open e a comemoração da Stanley Cup vencida pelo New York Rangers três dias antes. Tudo junto, sobrecarregando a cobertura jornalística.

Outro desses é The 16th Man, sobre o papel de Nelson Mandela na Copa do Mundo de Rugby de 1995 (sim, lembra Invictus).

Até agora todos os filmes que assisti, além de muito bons, esmiúçam em detalhes eventos que, em geral, acabam um pouco esquecidos do grande público. Mas o grande mérito da serie é ir além dos eventos esportivos em si. Todos os documentários, além de relatar eventos esportivos, também relatam grandes histórias de triunfos ou tragédias. Grandes histórias de vida, no fim das contas.

Pra quem não conhece ou nunca ouviu falar, passa quase sempre na ESPN. Durante as férias, deve passar com mais frequência, inclusive:

A lista de filmes que já foram feitos (estamos no volume 2): http://en.wikipedia.org/wiki/30_for_30

O site oficial da série de filmes: http://espn.go.com/30for30/

Anúncios
Esse post foi publicado em Esportes, Recomendações. Bookmark o link permanente.

9 respostas para ESPN 30 for 30

  1. Castro disse:

    O único que eu já vi é esse June,17, 1994, sensacional. Os outros eu preciso correr atrás

  2. Anderson disse:

    Da primeira leva, o melhor de todos é o Into the Wind. Puta que pariu, sensacional demais. Chorei vendo o bagulho. Narra a história de um jovem, que atravessa o Canadá correndo buscando fundos pra cura do câncer. Ele virou herói nacional no Canadá…

  3. Diego Farias disse:

    Peguei o finalzinho hoje do “Goose” e realmente é muito bom,fiquei com vontade de assistir o doc inteiro.

  4. Felipe Noronha disse:

    O dos Escobares é engraçado uma coisa: mostra imagens aleatórias como se fossem da Copa de 1994. Americano tenta, mas não consegue acertar no futebol.

    • Léo Rossatto disse:

      É, eu já tinha notado isso. De fato, o fraco deles é futebol SOCCER mesmo. Inclusive um finado amigo dizia que “futebol não pode se popularizar nos EUA senão eles vendem pro mundo a ideia de que é um esporte de meninas”

  5. Tem um muito interessante sobre baseball (esporte que não me chama a atenção), mais especificamente sobre um torcedor que acabou pegando a bola que foi rebatida antes do jogador de seu próprio time, fato que prejudicou a equipe no jogo e no campeonato, fazendo com que esse cara virasse um pária, todos perseguindo ele, tanto no campo como depois, bem interessante.

Dê a sua opinião

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s